As crianças, o brincar e os brinquedos.

Quando se decide ter filhos está, intrinsecamente, a decisão de acompanhar e reconhecer cada fase que a criança desenvolve. Não é uma tarefa fácil, pois nem sempre estamos preparados como o supomos, e nem temos o tempo integral disponível para essa árdua e preciosa missão que permite à criança desenvolver-se integralmente, ou seja, corpo, mente e espirito com equilíbrio e em conexão com a natureza. Mas também nós, pais, mães, avós, tias e tios, nos revelarmos como seres que são as referências primárias de nossos tesouros, de nossas preciosidades.

O que pretendo neste espaço é apresentar alternativas de brinquedos para as fases iniciais do desenvolvimento da criança, pois, desde que se nasce, a criança está experimentando as diferentes texturas existentes em torno dela, e, quanto mais variadas elas forem, tanto melhor será seu desenvolvimento perceptivo de mundo; é aos pais que cabe a difícil tarefa de encontrar, entre a abundância de variedades disponíveis, o brinquedo certo.

"Se a criança é capaz de se entregar por inteiro ao mundo ao seu redor em sua brincadeira, então, em sua vida adulta, será capaz de se dedicar com confiança e força a serviço do mundo." Rudolf Steiner
Bolas tricotadas com amor em cada ponto com guizo 100% lã. Ideais para crianças da primeira infância.

A Pedagogia Waldorf entrou pela porta da frente em minha vida

Quando conheci Gi Nascimento, companheiro de jornada com quem tenho três preciosos tesouros, não imaginei o universo de possibilidades em que estava adentrando. Foi com minha sogra que conheci um espaço mágico daqueles que podemos chamar de “infinitas possibilidades”, a Escola Waldorf com sua pedagogia embasada na concepção de mundo e de Ser Humano desenvolvida pelo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925), ele, que foi, e é, educador,  filósofo, fundador da antroposofia e da medicina antroposófica.  Sua filosofia entende o ser humano como ente físico, espiritual e anímico, sua prática propõe “desabrochar progressivamente as capacidades humanas presentes nesses três âmbitos,” nas mais de 60 escolas espalhadas pelo mundo.

Escola Waldorf, Florianópolis, SC

Rudolf Steiner nos diz: “A nossa mais elevada tarefa deve ser a de formar seres humanos livres que sejam capazes de, por si mesmos, encontrar propósito e direção para suas vidas.”

A deferência que faço à escola e à sua pedagogia é efeito da importância que esta teve e tem em minha vida,  o contato com ela, a sutileza de como me foi apresentada impactou, sobremaneira, minha existência, mudou minha percepção e concepção de mundo, e como artesã, me fez sonhar entusiasticamente.

Sempre gostei de tecer com fios diferentes, mas eu não tinha encontrado um nicho ao qual me identificasse. 

Você pode encontrar todas as publicações GRATUITAS AQUI

Tenha um lindo dia e gratidão pela leitura ❤️

Desejos calorosos,

Ana Balesca 

4 thoughts on “As crianças, o brincar e os brinquedos.

  1. Parabéns para essa dupla tão querida e especial, que fazem do ato de criar filhos uma arte , privilegiadas as crianças que são frutos dessa parceria ,belo exemplo.

    1. Seja bem-vinda, amada Rute Fernandes, estou muito feliz com sua presença por aqui. Sou grata pelo carinho que tens por nós; a recíproca por sua família é verdadeira, com certeza.

      Gestar e criar filhos é sempre desafiador em qualquer época mas quando olho para trás parece que em tempos idos era tão mais fácil! Aprendi que não os ensinamos nada, são eles que nos ensinam.
      Abraço amoroso, querida.

Deixe um comentário